Notícia

INFRAESTRUTURA

Secretaria de Estado da Infraestrutura
Segunda, 20 Abril 2020 20:04
Segunda Etapa

Governo do estado segue com obras de abastecimento da Bacia Leiteira

A obra irá beneficiar mais de 240 mil de sertanejos, em 18 municípios alagoanos.

Obras da segunda etapa de abastecimento da Bacia Leiteira são retomadas. Obras da segunda etapa de abastecimento da Bacia Leiteira são retomadas. Ascom Seinfra

 

 

Texto de Ascom  Seinfra

 

A segunda etapa das obras de reforço e ampliação do sistema de abastecimento da Bacia Leiteira, no município de Olho D’Água das Flores, foram retomadas no último mês de março. As obras, executadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), e previstas para terminarem no segundo semestre de 2021, contam com um investimento de R$ 27 milhões oriundo do Ministério da Integração e tem como objetivo o abastecimento de água em 18 municípios do sertão alagoano.

 

A segunda etapa compreende a construção de 13 novos reservatórios e uma Estação de Tratamento de Água (ETA), completamente automatizada, com capacidade para tratar até 2,6 milhões de litros por hora, em Olho D’Água das Flores. Os reservatórios estão sendo construídos em 12 municípios da região, com capacidade de armazenamento que varia de 250 mil a 2 milhões de litros de água, de acordo com a demanda de cada município. O sistema irá beneficiar as cidades de Maravilha, Ouro Branco, Monteirópolis, São José da Tapera, Olivença, Senador Rui Palmeira, Palestina, Olho D’Água das Flores, Dois Riachos, Jaramataia, Cacimbinhas e Santana do Ipanema, Cacimbinhas, Jacaré dos Homens, Belo Monte, Major Isidoro, Carneiros e Batalha.

 

“A empresa responsável pela obra já iniciou a mobilização dos equipamentos. O ritmo da obra está muito bom, já foram executados 12 dos 13 reservatórios e a previsão é de concluirmos a obra no segundo semestre de 2021.” Destacou Denis Nunes, engenheiro fiscal da obra.

 

Segundo um estudo realizado pelo Governo de Alagoas, em 2017, os municípios que compõem a região da Bacia Leiteira e do Polo Leiteiro são os responsáveis pela maior parte da produção de leite do estado. Onde 60,8% da matéria prima se encontra nessa região. 

 

Pandemia Covid-19

 

Por causa da pandemia do Coronavírus, diversas medidas preventivas estão sendo tomadas entre os 45 trabalhadores da obra. Como por exemplo: aferição de temperatura na entrada das obras, pontos de álcool em gel espalhados pela obra, higienização dos ambientes comuns, divisão de horário de almoço e marcação das cadeiras limitando o número de pessoas por mesa, limpeza dos equipamentos entre outros. “Em tempos difíceis em que a população mundial está passando, continuar uma obra dessa importância é essencial. Esse empreendimento irá levar água potável para os sertanejos e evitar a falta dela. Como todos sabemos, água e sabão são um dos principais aliados no combate ao vírus.” Ressaltou o secretário Maurício Quintella